Início > escutando, lendo, pensando > Todo dia é dia de ser criança

Todo dia é dia de ser criança


O dia da criança sempre me traz à memória um episódio da Bíblia, famoso até entre aqueles que não são leitores assíduos:

Traziam-lhe também as crianças, para que as tocasse; e os discípulos, vendo, os repreendiam.
Jesus, porém, chamando-as para junto de si, ordenou: Deixai vir a mim os pequeninos e não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus.
Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira alguma entrará nele. (Lucas 18:15-17)

É das crianças o reino de Deus. É uma ilustração bonita de se imaginar – um céu cheio de crianças correndo e brincando na praça.

Eu entendo que Jesus queria dizer algo mais do que isso. Acho sintomático que o episódio imediatamente posterior a esse das crianças é outro igualmente famoso:

Certo homem de posição perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
Uma coisa ainda te falta: vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos céus; depois, vem e segue-me. Mas, ouvindo ele estas palavras, ficou muito triste, porque era riquíssimo. (Lucas 18:18-23)

Me parece óbvio que que o relato de Lucas, que destaca os aspectos e a força da humanidade de Jesus (*), pretende evidenciar o contraste entre os dois episódios.

A criança vem de mãos vazias. Não tem nada – apenas a energia e a perspectiva de uma vida pela frente.  Para ela, a história ainda está por ser escrita. A criança precisa de auxílio e não tem nada a perder.

Por outro lado, o homem rico já conquistou muita coisa. Para ele, é difícil abrir mão daquilo que já tem. De certa maneira, ele já provou que pode conseguir as coisas por si mesmo. Voltar a ser como criança parece ser um passo doloroso demais para se dar.

Eu creio que há coisas que só se conquista agindo como as crianças – nada trazendo nas mãos e reconhecendo a necessidade de ajuda. Pode ser o reino de Deus, pode ser a restauração de um relacionamento, pode ser a superação de uma perda, pode ser o direito a um recomeço.

Enfim, todo dia é dia de ser criança.

Abaixo, uma música que tem gostinho de infância – Aquarela, de Vinicius de Moraes e Toquinho.

(*) Cada um dos evangelhos enfatiza um aspecto da vida de Jesus: Mateus – Cristo Rei / Marcos – Cristo Servo / Lucas – Cristo Homem / João – Cristo Salvador

Anúncios
  1. Silvio Freire
    outubro 16, 2010 às 3:05 pm

    Um texto brilhante, adorei este trecho:
    “Eu creio que há coisas que só se conquista agindo como as crianças – nada trazendo nas mãos e reconhecendo a necessidade de ajuda. Pode ser o reino de Deus, pode ser a restauração de um relacionamento, pode ser a superação de uma perda, pode ser o direito a um recomeço.”

    Silvio Freire

    • lcribeiro
      outubro 16, 2010 às 10:04 pm

      Obrigado pelo comentário, Silvio.
      É o registro da experiência que eu tenho tido.
      Um abraço!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: