Início > fazendo, pensando > Sabe aquele dia em que…

Sabe aquele dia em que…


… aparentemente todos tiraram para lhe atazanar?

… você percebe o quanto não tem controle sobre as coisas que acontecem?

… o tempo passa tão depressa que você não consegue terminar uma tarefa sequer… e, no entanto, cada minuto parece durar uma semana?

… sua preparação, estudo e capricho foram, aparentemente, desprezados e mostraram-se inócuos?

Já tive um dia desses. Na verdade, já tive vários dias assim. Por incrível que possa parecer, eles passam. Em alguns deles, quando eu estive atento para perceber o momento, eu aprendi a ser um pouco mais paciente, que não ter controle sobre as coisas pode ser uma bênção, que um segundo não dura nem mais nem menos do que um segundo, que preparação, estudo e capricho nunca são um desperdício.

Além disso, esses dias passam. E quem sabe aprender com a dificuldade já sai na frente e mais bem preparado para o que vem no dia seguinte. A isso, chamamos de sabedoria.

Confie no SENHOR  de todo o coração  e não se apóie na sua própria inteligência.
Feliz é a pessoa que acha a sabedoria  e que consegue compreender as coisas, pois isso é melhor do que a prata e tem mais valor do que o ouro. (Bíblia NTLH, Provérbios 3:5, 13, 14)

Anúncios
Categorias:fazendo, pensando
  1. maio 21, 2010 às 10:32 pm

    Muito bom o seu texto. Quanto mais experiencia mais sabedoria.

    Quando puder passa no: http://sabias-palavras.blogspot.com/

    abraço

    • lcribeiro
      maio 21, 2010 às 10:47 pm

      é, meu amigo…
      o que Paulo escreve aos Romanos (5:3-5) é muito verdadeiro, embora, às vezes, seja bem difícil aceitar: “E também nos alegramos nos sofrimentos, pois sabemos que os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que ele nos deu.”

      Obrigado pelo comentário. Já visitei seu blog e gostei bastante!

      Um abraço!

      -lau

  2. maio 21, 2010 às 10:34 pm

    Ola Laércio

    Realmente, se apovar com um dias cheio de dificuldades é o mesmo que se entregar ao acaso.
    Diante de todas as dificultdades que encontramos, temos que ter a paciência necessária para superar estes momentos e ao final podermos entender o que de bom sobrou e assim aprender com tais experiências.
    Parabens pelo texto apresentado.
    Um forte abraço
    Mad

    • lcribeiro
      maio 21, 2010 às 10:41 pm

      É isso aí, Mad.
      Algumas vezes, pelo meio mais difícil, aprendi que a paciência é um aprendizado constante e difícil… mas que vale a pena.
      Grande abraço!

  3. maio 21, 2010 às 10:51 pm

    Atualizou aqui me avisa!

    fica na paz

  4. Lya
    maio 21, 2010 às 11:09 pm

    Torcendo pra tempestade já ter passado… Bj.

    • lcribeiro
      maio 21, 2010 às 11:11 pm

      hahaha!
      já passou, sim… mas ainda tô um tanto ensopado 😉

  5. Marcos Benassi
    maio 22, 2010 às 9:08 am

    É meu caro…
    E esse foi um post ecumênico: cê reparou o quanto o seu texto tem de budista? Olhe o momento, confie no (e, principalmente, aceite o) correr das coisas, um passo por vez. N’é mole não, sêo… 😉
    Abração!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: