Início > fábulas corporativas, gestão, projetos > O Sonho, a Determinação e a Visão

O Sonho, a Determinação e a Visão


Este conto é mais um capítulo da saga Projeto, um homem com uma missão.

Sábado, cinco e meia da manhã, correria em casa. As ferragens e a lona da barraca já estão na caminhonete, junto com algumas caixas de verduras e de frutas. Antes de chegar ao local da feira livre, dariam uma passada no centro de abastecimento, para pegar mais algumas coisas, pois o dia prometia ser de muito movimento e procura. Para aquele casal, depois da sexta-feira, sempre vinha o sábado-feira.

Sonho gostava daquela vida. Para ele, oferecer frutas e verduras frescas, saudáveis e saborosas para as pessoas era mais do que um negócio – era um ministério. Desde cedo, não mediu forças para ter sua barraquinha. Mas, para falar a verdade, sua vida só entrou nos eixos mesmo quando conheceu a Determinação. Pelo sonho, qualquer um levava qualquer coisa sem pagar. Dizia: “Encheu a sacola e não tem dinheiro? Não tem problema. Depois a gente vê como faz!”.

Foi a Determinação que colocou os pés do Sonho no chão, assumindo a gestão das finanças da família logo que se casaram. Acabou com a “farra do fiado da barraca do Sonho”, famosa entre feirantes e fregueses. Além disso, observadora e organizada, registrava tudo no papel. Em pouco tempo, equilibrou as compras, evitando tanto o desperdício quanto a falta de mercadoria . Diferentes, completavam um ao outro, como café e leite. Eram felizes.

Se fosse somente pelo Sonho, a prole seria imensa. Sete filhos, no mínimo: “um para cada dia da semana”, dizia ele. Mas com a Determinação no comando, somente após alguns anos de casados, com a situação financeira mais estável, tiveram a primeira filha. Deram-lhe o nome de Visão.

Por onde passava, a Visão mostrava logo sua personalidade – que combinava o melhor dos seus pais. De um lado, a doçura alegre herdada do pai; de outro, a astúcia de quem não se deixa enganar pelos próprios sentimentos. Gostava de ir à feira, trabalhar e conversar com a freguesia. Cresceu cada vez mais simpática e querida por todos. Tornou-se , assim,  jovem vistosa e marcante.

E foi em uma manhã de sol, na hora da xepa, que conheceu Importante. O rapaz foi até a barraca dos ovos, buscar uma porção para a Irmã Cozinheira-Chefe do convento. Dever cumprido, aproveitou para dar uma volta pela feira. Aquele lugar cheio de fartura, aromas e cores o encantava. Passeava absorto quando, pela primeira vez, seus olhos encontraram o olhos da moça da barraca do “Seo” Sonho. Paixão instantânea.

Desde aquele dia, suas vidas mudaram: Visão e Importante tornaram-se companheiros inseparáveis por toda a vida. Viveram muitas aventuras desde então – mas isso é assunto para outro episódio.

Até lá!

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. novembro 11, 2009 às 9:16 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: