Início > lendo, pensando > A arte de complicar

A arte de complicar


Já comentei com alguns amigos. Se eu pudesse ter o dom da poesia, queria que fosse como o de Mario Quintana. Um poeta com um jeito simples e bem-humorado de dizer coisas densas, delicadas e afiadas. Dia desses, vagueando por páginas da Internet, descobri um poeminha dele, singelo e profundo:

DOS MUNDOS

Deus criou este mundo. O homem, todavia,
Entrou a desconfiar, cogitabundo…
Decerto não gostou lá muito do que via…
E foi logo inventando o outro mundo.

Mario Quintana – Espelho Mágico

Imediatamente, lembrei-me de uma frase, escrita há mais de dois mil anos: “Tudo o que aprendi se resume nisto: Deus fez o homem simples e direito. Mas nós complicamos tudo.” (Bíblia NTLH, Eclesiastes 7:29)

Você pode até achar que Deus não existe. Ou mesmo, aceitar que existe, mas não acreditar em uma palavra do que ele fala. Mas um fato me parece inegável: após alguns milhares de anos, pensamentos, idéias, teorias, livros, filmes, máquinas, redes e conexões, o mundo que o homem decidiu inventar tem se mostrado mais complicado e sem graça.

Se assim não fosse, já teríamos parado de nos agredir através de guerras e rusgas internacionais, interestaduais, intermunicipais e interpessoais. Se assim não fosse, já teríamos dado um jeito no tanto de gente que morre sem comida, sem razão e sem nem saber por quê. Se assim não fosse, a exploração, o abuso e a arrogância não teriam tantos praticantes. Se assim não fosse, o nosso planeta não estaria à beira do colapso por causa do nosso descaso com ele. Se assim não fosse, a honestidade e a ética já teriam subjugado a safadeza e a velhacaria. Se assim não fosse…

Olha… quer saber? Como diria o poeta, eu mesmo ando meio desconfiado e cogitabundo.

Anúncios
Categorias:lendo, pensando
  1. Lya
    setembro 17, 2009 às 8:59 pm

    É que quando Deus criou o livre arbítrio, não contava com a falta de bom senso…

    • lcribeiro
      setembro 17, 2009 às 11:20 pm

      olha… na verdade, eu acho que o livre arbítrio, que possibilita escolher ter ou não ter bom senso, está na essência da criação.
      pois que valor teria o amor e o querer se não tivéssemos a liberdade de não amar, de não querer?

      • Lya
        setembro 20, 2009 às 6:15 pm

        Pode até ser, mas continuo achando que um pouquinho de bom senso intrínseco seria mto bem vindo…Rs! Bjo!

  2. Arnaldo Barbalho
    setembro 25, 2009 às 5:17 pm

    É meu caro Laércio, não escapa ninguém. Nem mesmo nós.

    Em Eclasiastes 1, encontramos reflexões sobre a natureza humana, essa eterna angústia inconsciente.

    “12 Eu, o pregador, fui rei sobre Israel em Jerusalém.
    13 E apliquei o meu coração a inquirir e a investigar com sabedoria a respeito de tudo quanto se faz debaixo do céu; essa enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens para nela se exercitarem.
    14 Atentei para todas as obras que se e fazem debaixo do sol; e eis que tudo era vaidade e desejo vão.
    15 O que é torto não se pode endireitar; o que falta não se pode enumerar.
    16 Falei comigo mesmo, dizendo: Eis que eu me engrandeci, e sobrepujei em sabedoria a todos os que houve antes de mim em Jerusalém; na verdade, tenho tido larga experiência da sabedoria e do conhecimento.
    17 E apliquei o coração a conhecer a sabedoria e a conhecer os desvarios e as loucuras; e vim a saber que também isso era desejo vão.
    18 Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta o conhecimento aumenta a tristeza.”

    Mesmo no que nós fazemos ou dizemos, ou no que o Quintana tem singularmente dito, “Vaidade de vaidades, tudo é vaidade.”

    Abraços,
    Barbalho

    • lcribeiro
      setembro 25, 2009 às 5:29 pm

      exato, meu amigo!!!
      infelizmente, a Bíblia mostra nossa natureza confusa e corrompida.
      vaidade das vaidades…

      grande abraço!!!

      -laercio

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: