Início > gentes, pensando > Canhotos, celebrai!

Canhotos, celebrai!


Hoje, 13 de agosto, é comemorado o Dia Internacional do Canhoto. O Left-Handed Club, entidade internacional criada em 1990, anuncia a data com o slogan “Celebre o Direito de ser Canhoto!”.

Quando menino, vi alguns amigos e conhecidos sofrerem com o infortúnio de nascerem com habilidade motora mais acentuada na mão esquerda. Nos tempos em que a escrita era feita com o uso de penas e tinteiro, o ato de escrever com a mão esquerda, da esquerda para a direita, fazia com que a mão passasse por cima da tinta ainda úmida, borrando o papel. Por essas e outras, professores (e pais), em casos extremos, chegavam a amarrar a mão esquerda da criança para que ela aprendesse a escrever “com a mão certa”. Anos depois, mesmo após o advento da caneta esferográfica (que eliminou o problema da secagem da tinta), a repressão continuou. A predominância das carteiras escolares feitas “para o destro” era o retrato mais bem acabado de que o canhoto era alguém errado, no lugar errado, fazendo coisas erradas.

Também havia alegações de ordem espiritual para a discriminação. Entre outras coisas, supersticiosos alegavam que o Diabo era canhoto (representado, na maioria dos retratos, segurando seus objetos diabólicos com a mão esquerda) e teria dotado seus emissários e servos com a mesma habilidade sinistra.

O tempo passou mais um pouco, o canhoto sobreviveu e passou muitas provações com louvor. Leonardo da Vinci, por exemplo, esnobou o status quo dos destros escrevendo da direita para a esquerda. Levou um tempo até que alguém percebesse que a leitura daquele que era tido como código secreto, era possível colocando-se o texto em frente ao espelho. A história ainda tem uma legião de gênios canhotos que foram, com criatividade e determinação, conquistando o mundo destro e se estabelecendo de forma inequívoca.

Assim eu, destro, junto-me aos sinistromanos nessa festa! Pois já me senti canhoto muitas vezes: deslocado, incompreendido, perseguido, com a impressão de que o mundo não havia sido feito para mim. Como os canhotos, aproveitei alguns daqueles momentos para perceber que Deus gosta de mim do jeito que sou e me fez capaz de ser criativo e ir em frente – sempre.

Não obstante, tenho a impressão de que ainda posso me sentir assim no futuro – semana que vem, amanhã, daqui a pouco.

Por isso, você que se sente, já se sentiu ou vai se sentir canhoto algum dia, celebre esse privilégio.

Anúncios
Categorias:gentes, pensando
  1. agosto 13, 2009 às 11:38 pm

    Tenho a leve impressão de ser ambicanhoto (não ter habilidade com nenhuma das mãos) em algumas situações.

  2. Lya
    agosto 19, 2009 às 7:42 pm

    Lendo isso me lembrei que qdo mais nova conseguia escrever com as duas mãos… E tb me sinto canhota de quando em vez. Quem não?

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: