Início > escutando, fazendo, gestão, projetos > Debulhar o trigo, decepar a cana e afagar a terra

Debulhar o trigo, decepar a cana e afagar a terra


A parceria entre Chico Buarque e Milton Nascimento produziu uma música preciosa.

Cio da Terra apresenta, com delicadeza e poesia, o ciclo harmonioso entre a riqueza produzida pela terra e o ministério daquele que dela colhe seus frutos.

Há algumas semanas, postei “Vivendo, Trabalhando e Aprendendo“, sobre um trabalho que estávamos desenvolvendo. Ontem, depois de muito trabalho e alguma emoção, foi ao ar a plataforma de Cursos Livres do Ikwa. Foi muito legal ver a primeira fase do projeto fazer e sua primeira grande entrega – conforme havíamos planejado.

Refletindo sobre o que vivemos durante esse tempo, penso que a música de Chico e Milton retrata nosso projeto. Aliás, creio que representa o ciclo básico de um projeto de sucesso:

Debulhar o trigo
Recolher cada bago do trigo
Forjar no trigo o milagre do pão
E se fartar de pão

Forjar o pão é fazer o essencial e fazer o fundamental. Essencial é o imprescindível para satisfazer a necessidade daquele que nos contratou ou nos pagou para fazer o que estamos fazendo. Fundamental é aquele conjunto de coisas e detalhes que nem sempre aparecem, mas que são a base para que as coisas funcionem bem e sempre.

Decepar a cana
Recolher a garapa da cana
Roubar da cana a doçura do mel,
Se lambuzar de mel

A garapa e o mel! Aquilo que é legal de fazer. Aquilo que dá prazer e orgulho de dizer “fui eu que fiz!”. Durante um projeto, também é importante conseguirmos fazer coisas novas, validar novos conceitos, sentir prazer em aprender e aplicar coisas novas e ousadas. Fizemos isso e nos divertimos!

Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra a propícia estação, e fecundar o chão

Etapa cumprida, objetivos atingidos, é hora de olhar para trás e olhar para a frente. Ao final dessa primeira fase, fizemos uma reunião formal, chamada Retrospectiva. Um espaço na agenda para conversarmos e documentarmos o que deu certo e o que deu errado. As lições aprendidas com o passado, para fazermos melhor o que ainda há pela frente – na próxima fase ou no próximo projeto.

Também é tempo de celebrar, reconhecer o esforço e contribuição de cada um. Serve para contemplarmos o que foi construído com o esforço conjunto e não nos esquecermos de que podemos e devemos continuar, pois há ainda muito o que fazer. Afagar a terra e fecundar o chão – sempre. Três frases: Valeu, moçada! Excelente trabalho! Mas amanhã tem mais!

Enquanto isso, faço uma pausa para ouvir a dupla!

Anúncios
  1. maio 2, 2010 às 10:32 am

    iraaaaaaaaaaaaaaaaaaaadissima essa música!! 😀

  2. Edson Alves França
    fevereiro 8, 2012 às 3:45 pm

    Isso sim é uma música de primeira, qualidade, teor. Nossa imaginação é remetida à lugares que nem mesmo o miserável homem jamais irá alcançar.

  3. lcribeiro
    fevereiro 15, 2012 às 9:27 am

    Obrigado pelo comentário, Edson.
    A música, quando é boa, tem várias aplicações, em várias áreas da vida.

  4. Bob
    agosto 22, 2012 às 2:22 pm

    Essas era as musicas boas oooo saudade tempo bao de mais aqueles de antigamente!!!!

  5. MAPSilva
    setembro 25, 2012 às 3:37 pm

    essa musica e linda adoreiiiii

  6. abril 6, 2014 às 11:57 am

    Adorei o post, parabéns!!

  7. Andressa Viana
    agosto 10, 2016 às 2:37 pm

    Musica inspiradora,faz a gente viajar e se emocionar…Perfeita!!!

    • lcribeiro
      agosto 10, 2016 às 2:55 pm

      Muito obrigado pelo comentário e incentivo, Andressa!
      Realmente, é um texto rico que, além de bonito, serve como inspiração para vários aspectos de nossa vida.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: